Mostrando postagens com marcador regras de estilo. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador regras de estilo. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

5 REGRAS DE ESTILO QUE NÃO CHEGARAM A 2016.

Falar em regras de estilo em pleno ano 2016 é estar disposto a cometer um erro, mas não é por que por que as regras se refinaram e se tornaram ainda mais difíceis, e sim por elas praticamente não existirem. Caro que algumas ocasiões e ambientes ainda exigem certos tipos de vestuários, mas esses momentos estão se tornando tão raros que até mesmo advogados, CEOs, e outros profissionais com cargos importantes estão aproveitando melhor as opções que a moda oferece hoje em dia. Esse movimento fez com que algumas regras, que há muito tempo eram cumpridas à risca, perdessem a força e não cruzassem a marca da 00:00 do dia 1º de janeiro:

1) CALÇAS DE ALFAIATARIA PEDEM CINTOS E SAPATOS DE COURO, ENTÃO DÊ ISSO A ELAS. Quando pensamos num traje de alfaiataria, talvez um dos primeiros elementos que tínhamos em mente para compor o look fossem sapatos e cintos de couro, até que tudo mudou. Os homens mais influentes no mundo do street style começaram a utilizar a alfaiataria para compor estilos mais esportivos, utilizando tênis, sandálias, chinelos e muitas vezes abolindo o cinto da composição. Não é difícil ver nas principais semanas de moda, dentro e fora das passarelas, trajes completos de alfaiataria que são acompanhados por tênis de corrida. Os cintos se tornaram completamente opcionais, independente do estilo de calça que você estiver vestindo.

2) COMBINE SAPATOS E CINTOS, COMO UM LINDO CASAL. É difícil explicar que essa regra não chegou em 2016, já que ela ainda é muito utilizada, mas acontece que nos dias de hoje ela é mais uma regra e sim uma zona de conforto, os homens a utilizam por ser segura, discreta e garantir uma aparência harmônica, mas ela é dispensável. Grandes grifes, apresentam composições inusitadas de sapatos e cintos completamente diferentes, mas que acabam harmonizando o visual.

3) SE VOCÊ ESTIVER DE CALÇA, USE MEIAS. Nem todo sapato é desenhado para que você o use com meias, e no começo apenas os italianos, na sabedoria de sua sprezzatura, perceberam esse fato. Mas a moda foi se espalhando e hoje muitas pessoas utilizam, em certas ocasiões, a meia apenas como item de higiene. Há meias desenhadas especialmente para esses sapatos mais abertos, com o peito do pé mais aberto, que não aparecem. Retirar a meia da composição do visual, deixa as coisas mais leves, despojadas e até mesmo elegantes. Na maioria das vezes esse pedacinho de pele a mostra é utilizado como truque pois deixa a silhueta mais longilínea.

4) SE VOCÊ ESTIVER DE MEIAS, COMBINE COM SUA CALÇA. Se você não dispensa utilizar uma meia, o que acha de deixa-la mais divertida ou menos óbvia? As opções de meias vão das estampadas, coloridas e com texturas até as com aplicações. Se a intenção for deixar o visual mais leve, mas ainda manter a seriedade você pode optar por variações de tons de bege, preto, cinza e branco.


5) GRAVATAS SÃO INDISPENSÁVEIS PARA TERNOS. Talvez uma das regras mais importantes, para aqueles que ocupam cargos executivos e estão entusiasmados com a evolução da moda no ambiente corporativo, seja a dispensa da gravata no traje formal, geralmente o terno. O declínio dessa regra começou com a permissão para que executivos utilizassem um traje um pouco menos formal nas sextas-feiras, ou como é conhecida Casual Friday, o que já garantiu certo alivio para os profissionais. Com mercados como tecnologia, comunicação e arte crescendo a tendência foi criando força e hoje já ultrapassou, em muitas empresas, a barreira da sexta-feira. O terno sem gravata é o NOVO FORMAL, atualizado, mais leve e ainda sim elegante. Diversos designers apresentam em seus desfiles versões de costumes completos sem gravata, indicando que não é só tendência e sim uma evolução. 










Qual regra você já  aboliu do seu estilo? Me conta nos comentários!


RAINERX Google+ page contents